PUBLICIDADE

Publicidade

Ferj rompe contrato de transmissão do Cariocão com ‘Flow Sport Club’ após falas sobre nazismo

Apresentador Bruno Aiub, o 'Monark', polemizou ao defender o direito de 'ter o partido nazista'. Comentário também acarretou na perda de convidados

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) anunciou nesta terça-feira, dia 8, o fim do contrato com o “Flow Sport Club”, podcast que detinha os direitos de transmissão dessa temporada do Campeonato Carioca. A decisão se deu por conta das falas de seu sócio e apresentador Bruno Aiub, popularmente conhecido como Monark, na última edição do “Flow Podcast.” 

As falas surgiram na conversa com os deputados federais Kim Kataguiri (DEM) e Tabata Amaral (PSB), no episódio que foi ao ar nessa última segunda-feira, 7. “A esquerda radical tem muito mais espaço que a direita radical, na minha opinião. Eu sou muito mais louco que todos vocês. Acho que o nazista tinha que ter o partido nazista reconhecido”, disse Monark. 

Campeonato Carioca não será mais transmitido pelo 'Flow Sport Club' na Twitch Foto: Lucas Merçon/FFC

PUBLICIDADE

Em nota, a Ferj anunciou que, como “defensora da igualdade, do respeito e contrária a qualquer tipo de preconceito, anuncia o rompimento do contrato com o Estúdios Flow, responsável pelo podcast Flow Sport Club, que transmitia jogos do Campeonato Carioca de 2022, por apologia ao nazismo, regime cujos crimes contra a humanidade até os dias de hoje causam horror a qualquer um que preze pela vida.” 

Além disso, as falas também levaram a alguns convidados cancelarem suas idas ao programa. Dentre eles, Zico e Antony Curti, jornalista esportivo da ESPN, foram alguns dos que anunciaram que não irão mais ao podcast. 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.