PUBLICIDADE

Publicidade

Neymar é multado em R$ 16 milhões por construção de lago artificial em casa em Mangaratiba

Procuradora-geral de Mangaratiba, Juraciara Souza Mendes da Silva, aplica quatro multas ao jogador do PSG e da seleção, que tem 20 dias para recorrer

PUBLICIDADE

Foto do author Ricardo Magatti
Por Ricardo Magatti
Atualização:

As infrações ambientais derivadas da construção de um lago artificial de mil metros quadrados na mansão de Neymar, em Mangaratiba, no condomínio Aero Rural, na Costa Verde do Rio, rendeu ao astro do Paris Saint-Germain quatro multas que, juntas, somam mais de R$ 16 milhões. O valor é mais do que o triplo da estimativa de R$ 5 milhões feita anteriormente pela Secretaria de Meio Ambiente do município. O jogador passa férias no País e está quase totalmente recuperado de sua cirurgia no tornozelo.

PUBLICIDADE

A procuradora-geral de Mangaratiba, Juraciara Souza Mendes da Silva, determinou os valores das multas depois de analisar o relatório de vistoria feito pela equipe de fiscalização ambiental com o auxílio de profissionais especializados, como engenheiros, biólogos e oceanógrafos.

A procuradora-geral do município estipulou multas para quatro infrações:

  • realização de obra passível de controle ambiental sem autorização: R$ 10 milhões
  • movimentação de terras sem autorização: R$ 5 milhões
  • descumprimento de embargo imposto (o jogador mergulhou no lago depois de interditado): R$ 1 milhão
  • supressão de vegetação sem autorização: R$ 10 mil
Lago artificial na mansão de Neymar em Mangaratiba rendeu mais de R$ 16 milhões em multas a Neymar Foto: Divulgação

No relatório, de 46 páginas, constam outras infrações que foram verificadas na propriedade do jogador, como desvio de curso de água, captação de água de rio sem autorização, captação de água para lago artificial, terraplanagem, escavação, movimentação de pedras e rochas sem autorização e uso de areia de praia sem autorização ambiental.

A Secretaria de Meio Ambiente afirmou que após “os danos ambientais causados, bem como, o desrespeito às leis ambientais vigentes”, comunicou os fatos constatados ao Ministério Público, Polícia Civil, Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente e demais órgãos de controle ambiental.

Segundo a Prefeitura da Mangaratiba, a decisão da procuradora-geral do município tem caráter decisivo. Mas Neymar tem 20 dias para entrar com um recursou administrativo contestando as multas. Terminado esse prazo, o jogador passa a dever ao município. Ele pode, também, recorrer à Justiça comum, como fez seu pai, Neymar da Silva Santos, que havia conseguido uma liminar que liberava a desinterdição do lago artificial. A decisão foi dada pelo juiz Richard Robert Fairclough, da Vara única do município.

Publicidade

Lago extravagante

No dia 22 de junho, a Secretaria de Meio Ambiente de Mangaratiba, fez uma vistoria na casa de Neymar depois de receber uma denúncia anônima de crime ambiental. Ao chegar lá, os fiscais constataram a construção de um extravagante lago sem licença ambiental e o interditaram, causando a ira do pai de Neymar, que chegou a receber voz de prisão da secretária do Meio Ambiente de Mangaratiba, Shayenne Barreto, depois de desacatá-la. Ele, porém, foi liberado minutos depois.

Dois dias depois, os fiscais retornaram ao local após fotos e vídeos de pessoas no lago circularem nas redes sociais. Eles identificaram movimentações na área embargada, caracterizando descumprimento da interdição, o que rendeu nova multa ao jogador.

Neymar mergulhou no lago em sua mansão e descumpriu interdição  Foto: Reprodução

O projeto é de autoria da Gênesis Ecossistemas, e foi concluído em tempo recorde: dez dias. É resultado de uma espécie de desafio proposto pela Genesis Experience, que registrou todas as etapas nas redes sociais da empresa, incluindo vídeos em que o pai de Neymar aparece.

“Estou animado, achei o projeto animal, estou bem feliz”, dissera Neymar em vídeo em que anunciava a iniciativa. Nele, o astro do PSG conversa com Ricardo Caporossi Jr., dono da empresa responsável pela obra, com sede em Holambra, interior de São Paulo. “Vai ficar lindo, o lago mais bonito da Genesis”, havia exaltado o empresário.

CONTiNUA APÓS PUBLICIDADE

A Gênesis ecossistemas diz ser especialista em paisagismo, lagos artificiais e piscinas. Desde 2020, Caporossi passou a realizar uma espécie de reality show junto de um curso em que propõe uma “supermudança” em determinado ambiente em dez dias. A mansão de Neymar fez parte da quarta edição desse programa e o curso foi vendido para dez pessoas por R$ 120 mil.

Com um apelo semelhante a outros programas de reforma que fazem sucesso na TV, como Irmãos à Obra, Extreme Makeover e até mesmo o Lar Doce Lar de Luciano Huck, a Genesis Experience exibiu o andamento do projeto no YouTube para que as pessoas acompanhassem a preparação, a execução e a entrega de uma grande obra que mude a paisagem de uma casa ou região.

No dia 24 do mês passado, a empresa enviou comunicado ao Estadão em que afirmou que “discorda veementemente das notícias até então veiculadas nos meios de comunicação, pois não correspondem à verdade”.

Publicidade

Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.