Publicidade

Osvaldo, da Roma, pede desculpa a colega por agressão

PUBLICIDADE

Por AE
Atualização:

O atacante argentino naturalizado italiano Daniel Osvaldo, da Roma, revelou nesta quarta-feira que pediu desculpas ao seu colega de clube Erik Lamela por tê-lo agredido no vestiário do jogo contra a Udinese, sexta-feira passada, em Údine. Na ocasião, os dois argentinos discutiram durante a partida e, já no vestiário, Lamela teria atirado uma garrafa em Osvaldo, que, irritado, agrediu o companheiro com socos."Sinto muito pelo que aconteceu, mas são coisas que devem permanecer no vestiário e depois de cinco minutos eu me arrependi e pedi desculpas a todos", disse Osvaldo, nesta quarta-feira, a um canal italiano de televisão.Na segunda-feira, a Roma havia anunciado a suspensão de Osvaldo por uma partida, além de uma multa de 50 mil euros (cerca de R$ 125 mil) pela agressão. Um dia antes, os dois participaram do treinamento da equipe e pediram desculpas aos outros atletas. Mesmo assim, o técnico Luis Enrique fez questão de pedir à diretoria a punição de Osvaldo. Com a suspensão, ele ficará de fora da partida da Roma diante da Fiorentina no próximo domingo."Agora que isso chegou ao fim, espero que não se fale mais disso", completou o argentino, que vivia uma boa fase na equipe da capital italiana e chegou a ser convocado pelo técnico Cesare Prandelli para a seleção da Itália no mês passado, mas não vinha conseguindo fazer a Roma se destacar. O time é apenas o sexto colocado no Campeonato Italiano, com 17 pontos, nove atrás da líder Juventus.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.