PUBLICIDADE

Piqué comenta impasse de Mbappé no PSG: ‘Estão jogando’; atleta quer sair e clube quer dinheiro

Atacante francês não deseja estender vínculo com clube parisiense para além de 2024; equipe não quer perder jogador de graça na próxima temporada

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

O ex-zagueiro do Barcelona Gerard Piqué comentou sobre a situação de Kylian Mbappé no Paris Saint-Germain. Durante o programa “After Kings”, um bate-papo entre os participantes da “Kings League”, — campeonato amador de futebol organizado e transmitido na internet pelo espanhol —, o ex-marido da Shakira afirmou que tanto Mbappé quanto o presidente do PSG, Nasser Al-Khelaifi, “estão jogando”.

“Se ele realmente quiser, ele tem a opção de jogar pelo Real Madrid”, afirmou Piqué. A situação entre o craque francês e o clube parisiense é tensa. Na atual janela de transferência, o camisa 10 da França comunicou ao PSG que não pretendia ativar a cláusula do seu contrato que estende o vínculo empregatício até o meio de 2025.

O ex-zagueiro Gerard Piqué criou a Kings League, campeonato amador de futebol que conta com influenciadores e ex-jogadores famosos.  Foto: Samuel Aranda/The New York Times

PUBLICIDADE

A decisão não agradou nem um pouco a diretoria da equipe, que viu na opção de Mbappé uma tentativa de assinar um pré-contrato com o Real Madrid no meio da temporada que vai começar na Europa, o que faria com que o jogador saísse de graça para o rival espanhol ao fim do seu vínculo.

Não querendo perder seu principal jogador, o PSG jogou duro e afirmou que, caso o francês não renovasse seu contrato por mais um ano, seria vendido para outro clube já nesta janela de transferência. Com isso, a equipe francesa recuperaria parte do dinheiro investido no atleta e economizaria os valores que tem a pagar ao jogador por causa de salários e bônus.

Mbappé, no entanto, não parece interessado em sair do PSG dessa forma. O atacante deseja receber o dinheiro acordado e quer se manter no clube até o fim do seu contrato, junho de 2024. O Real Madrid, que seria um possível comprador do francês ainda nessa temporada, também não parece disposto a desembolsar um alto valor neste ano, visto que poderá contar com o atleta a partir de 2024 gastando uma quantia bem menor.

Nem mesmo uma oferta de 300 milhões de euros (R$ 1,5 bilhão) convenceu Mbappé a deixar o PSG. De acordo com o jornal francês L’Equipé representantes do atleta recusaram qualquer tipo de negociação com o Al-Hilal, da Arábia Saudita, e informaram que não há interesse do atacante em atuar no futebol saudita neste momento.

De acordo com a imprensa da Europa, o Al-Hilal apresentou uma proposta para o PSG de cerca de R$1,5 bilhão e recebeu a autorização para negociar com Mbappé. Apesar disso, o estafe do atacante já “fechou a porta” para a negocição antes mesmo de ouvir a oferta salarial. Segundo o L’Equipe, o jogador não quer sair do futebol europeu e o Real Madrid continua sendo seu desejo para a temporada 2024/2025.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.