Publicidade

Santos desafia Blooming na estreia da Sul-Americana em busca de renascimento na temporada

Eliminado precocemente no Campeonato Paulista e sob desconfiança da torcida, time da Baixada precisa da vitória na Bolívia para iniciar novo capítulo em 2023

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação

Sem os reforços prometidos e após quatro semanas sem jogos oficiais, em função da eliminação precoce no Campeonato Paulista, o técnico Odair Hellmann vai se basear nesta etapa “totalmente dedicada aos treinamentos” para montar um Santos forte visando o confronto desta terça-feira, diante do Blooming, às 21h30, em Santa Cruz de la Sierra, em partida que marca a estreia das duas equipes na Copa Sul-Americana.

PUBLICIDADE

O Santos entra na disputa atrás de um título inédito para a sua sala de troféus. O time paulista está no Grupo E da competição e, além do Blooming, terá também como adversários, o Audax Italiano, do Chile, e ainda o Newell´s Old Boys, da Argentina. Pelo regulamento do torneio, o primeiro colocado de cada chave se garante para as oitavas de final. Além da Sul-Americana, Odair prepara a equipe também para a estreia no Campeonato Brasileiro, que vai ter início no dia 16 de abril, e também a Copa do Brasil.

Para a partida com os bolivianos, Odair aposta na força do conjunto da equipe e a ideia é mandar a campo a base titular que foi testada no jogo-treino mais recente, realizado na sexta-feira, quando venceu o Primavera por 2 a 0 no CT Rei Pelé.

Odair Hellmann precisa da vitória para minimizar desconfiança sobre seu trabalho. Foto: Raul Baretta/ Santos FC

Sem dois de seus jogadores mais experientes à disposição, Soteldo está em fase final de recuperação de uma cirurgia no ombro, e Maicon vem em fase de transição para o campo após tratar de uma lesão na coxa, Odair montou sua estratégia com o entrosamento adquirido nos treinamentos.

Na defesa, Messias deve formar a zaga com Eduardo Baermann, enquanto as laterais serão ocupadas por João Lucas, na direita, e Felipe Jonatan pelo outro lado. Ele conta com a experiência do goleiro João Paulo para orientar o sistema defensivo nos momentos de pressão por parte dos donos da casa. “Os jogos sul-americanos têm essa característica e a experiência é muito importante nesses momentos”, afirmou o treinador.

No meio-campo, Ivonei tem grande chance de ganhar uma vaga já que Rodrigo Fernández cumpre suspensão. Assim, ele vai dividir com Camacho e Dodi a missão de diminuir os espaços no meio-campo. Já Lucas Lima vai atuar com mais liberdade para encostar nos atacantes Marcos Leonardo e Lucas Barbosa.

“Tivemos um longo período de treinamentos para entender o que o Odair quer e o estilo de jogo que vamos utilizar. Agora é entrar em campo e tentar colocar em prática o que fizemos aqui no CT do clube”, afirmou o Ivonei.

Publicidade

Do outro lado, o Blooming encara a Copa Sul-Americana como uma chance de se redimir da campanha ruim que vem realizando no campeonato local. Os comandados do técnico Carlos Bustos ocupam a vice-lanterna do Campeonato Boliviano com apenas dois pontos.

De olho no confronto com os brasileiros, o Blooming vai ter o reforço do zagueiro Lacerda e do meia Figuera, contratados especialmente para a disputa da Copa Sul-Americana.

O técnico Carlos Bustos quer o time com uma postura ofensiva desde o início do duelo e aposta na presença dos torcedores para ter um fator positivo diante do Santos e tentar abrir a competição com uma vitória em casa.

FICHA TÉCNICA

CONTiNUA APÓS PUBLICIDADE

BLOOMING x SANTOS

  • BLOOMING - Uraezana; Romero, Valverde, Lacerda e Jaime Villamil; Arismendi, Ricardo Spenhay, Rafinha e Figuera; Jose Luis Sinisterra y Rodriguez. Técnico: Carlos Bustos.
  • SANTOS - João Paulo; João Lucas, Messias, Eduardo Bauermann, Felipe Jonatan; Dodi, Camacho, Ivonei e Lucas Lima; Lucas Barbosa e Marcos Leonardo. Técnico: Odair Hellmann.
  • ÁRBITRO - Luis Quiroz (EQU).
  • HORÁRIO - 21h30 (horário de Brasília).
  • LOCAL - Estádio Ramón Tahuichi Aguilera, em Santa Cruz de la Sierra (BOL).
  • TV - SBT e ESPN.
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.