PUBLICIDADE

Publicidade

Sem glamour, Palmeiras apresenta mais 3

Por Agencia Estado
Atualização:

Depois dos presentes ? Edmundo e Paulo Baier ?, nesta terça-feira a diretoria apresentou suas ?lembrancinhas de Natal?: o lateral-esquerdo Márcio Careca (ex-Brasiliense), o meia Ricardinho (ex-Inter) e o atacante Enílton (ex-Juventude). Nenhum deles chega com status de titular, apesar de terem vestido as camisas 6, 10 e 9, respectivamente. ?Nossa intenção é formar não só um time, mas um grupo forte?, diz o diretor de futebol Salvador Hugo Palaia, ?o bom velhinho do Verdão?. A chegada dos três não teve nem metade do glamour da apresentação de Edmundo, na véspera. Tanto que nenhum torcedor foi recepcioná-los, ao contrário do que havia acontecido com o Animal, que encontrou mais de 60 pessoas com a camisa do clube no CT, em plena tarde de um dia útil. ?A gente vai lutar por um lugar ao sol?, disse Ricardinho, 30 anos. ?Sei que o titular da posição é o Lúcio. Mas vou brigar para jogar?, falou Márcio. ?Quero provar para a diretoria que não precisa contratar mais um centroavante?, emendou Enílton, que fez 17 gols no Brasileirão. Os três novos reforços têm histórias parecidas ? rodaram bastante e não se firmaram em nenhum clube até se destacarem no último ano. Márcio se destacou ao ajudar o Brasiliense a vencer o Palmeiras por 3 a 2, em Brasília. ?Aquele jogo foi importantíssimo para mim?. Já Ricardinho, que teve uma passagem apagada pelo São Paulo em 2000, era o ?carregador de piano? do Inter. Natural do Jardim Mirian, bairro pobre da Zona Sul paulistana, o meia começou no Nacional e jogou quatro anos no Japão. ?Sempre quis jogar num clube grande de São Paulo?, disse. Enílton já jogou no México e na Suíça, além de Atlético-MG e Coritiba. Ele afirmou que seu contrato com o Verdão (de três anos) está regularizado, apesar da contestação do Sanfrecce (do Japão), que alega ter assinado com ele um pré-contrato. ?Meu advogado disse que está tudo ok e que só preciso me preocupar em jogar?, disse. A quarta ?lembrancinha? não chegou a tempo ? o zagueiro Douglas, ex-São Caetano, não conseguiu passagem de Londrina para São Paulo. Ele só se apresenta nesta quarta-feira, na volta das férias do elenco, no CT. Os exames médicos serão no Incor, de quarta até sexta-feira.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.