PUBLICIDADE

Lesões na Data Fifa crescem e clubes podem receber até R$ 40 milhões por cada jogador contundido

Pelo menos dez atletas de times de elite da Europa se machucaram no período de jogos entre seleções; caso mais grave é de prodígio espanhol Gavi, que vai ficar fora por dez meses; veja lista

Foto do author Rodrigo Sampaio
Por Rodrigo Sampaio
Atualização:

A Data Fifa de novembro está causando uma tremenda dor de cabeça para grandes clubes da Europa. Pelo menos dez jogadores se lesionaram servindo as suas respectivas seleções, entre eles Vini Jr, Erling Haaland, Gavi, Onana e Rashford, nomes de destaque de Real Madrid, Manchester City, Barcelona e Machester United, respectivamente. Há casos de lesões graves, o que vai obrigar a entidade máxima do futebol a desembolsar cifras milionárias pelo prejuízo causado às equipes.

As lesões sofridas por jogadores enquanto estão defendendo seus países se tornaram mais comuns nos últimos anos, com a imprensa internacional apelidando os casos de “vírus Fifa”. O caso mais sério da vez é o do jovem Gavi, meia do Barcelona e considerado um dos grandes prodígios do futebol mundial. Na vitória por 3 a 1 sobre a Geórgia, pelas Eliminatórias da Eurocopa 2024, o jogador de 19 anos rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho direito e sofreu uma lesão no menisco lateral, bem parecida à lesão de Neymar, também em Data Fifa, na partida contra o Uruguai. Gavi precisará passar por cirurgia e deve ficar dez meses longe dos gramados.

Gavi sofreu grave lesão no joelho e deve ficar dez meses fora dos gramados.  Foto: Manu Fernández/ AP

PUBLICIDADE

O treinador Luis de la Fuente foi criticado pela imprensa espanhola por não ter substituído Gavi quando o jogador recebeu uma pancada no joelho, momentos antes da lesão. A Espanha já estava classificada para a Euro 2024 e apenas cumpria tabela. O técnico rechaçou qualquer relação entre os fatos.

“Isso pode acontecer a qualquer momento. Foi um acidente”, disse De la Fuente. “É um momento muito difícil. É difícil para ele, para o clube, para os companheiros, para mim e para a federação espanhola. Estamos devastados”, disse. Também no confronto com a Geórgia, a Espanha perdeu o meia Mikel Oyarzabal, do Real Sociedad, por lesão muscular.

Principal rival do Barcelona, o Real Madrid acabou duplamente prejudicado na Data Fifa. O time merengue vai ficar pelo menos dois meses sem poder contar com o volante Eduardo Camavinga, que torceu o joelho em um treino da França. O francês foi titular em todos os quatro jogos do Real Madrid na Liga dos Campeões e disputou todos os 13 jogos do campeonato espanhol nesta temporada.

Para piorar, a equipe da capital espanhola também ficará desfalcada de Vini Jr. por cerca de dois meses e meio. O atacante sentiu dores e foi substituído ainda no primeiro tempo da derrota da seleção brasileira para a Colômbia, por 2 a 1. Exames diagnosticaram uma lesão no bíceps femoral da perna esquerda. O atacante de 23 anos já marcou seis gols pelo Real nesta temporada, incluindo três nos últimos dois jogos da equipe.

Vini Jr. foi substituído no jogo contra a Colômbia após sentir dores. Atacante teve lesão na perna e vai ficar dois meses fora.  Foto: Iván Valencia/ AP

O Manchester City se livrou de um pesadelo. A lesão no tornozelo de Haaland, sofrida em um amistoso entre a Noruega e as Ilhas Faroé, na quinta-feira, não parece ser grave, diferentemente de Warren Zaïre-Emery, meia de 17 anos do Paris Saint-Germain que machucou no mesmo local, mas só deve voltar em 2024. Ele se tornou o jogador mais jovem a marcar pela França ao balançar as redes em sua estreia pela seleção, na goleada recorde de 14 a 0 sobre Gibraltar, no sábado, pelas Eliminatórias da Euro.

Publicidade

Quem também teve dose dupla de dor de cabeça foi o Manchester United, que viu dois de seus jogadores se contundirem nesta Data Fifa. O goleiro camaronês Andre Onana sentiu um problema na coxa e foi substituído a dez minutos do fim na vitória por 3 a 0 de Camarões sobre as Ilhas Maurício. O arqueiro acabou sendo cortado do duelo com a Líbia, pelas Eliminatórias da Copa. Já o atacante Marcus Rashford precisou deixar o campo de maca após se lesionar na vitória da Inglaterra, por 2 a 0, sobre Matal. Ainda não é possível afirmar quanto tempo a dupla vai ficar em recuperação.

Outros que acabaram se machucando em jogos de seleções foram o zagueiro italiano Alessandro Bastoni, da Inter de Milão, e o centroavante jamaicano Michail Antonio, do West Ham. O defensor sofreu um problema na panturrilha durante um treino da Itália e deve perder o duelo com o Benfica pela Champions League, enquanto o atacante sentiu um problema no joelho, sem gravidade.

QUEM PAGA A CONTA?

A Fifa destinou US$ 150 milhões (R$ 734,7 milhões na cotação atual) para o seu Programa de Proteção de Clubes durante o ciclo da Copa do Mundo masculina (2023 a 2026). A entidade pode pagar um máximo de 7,5 milhões de euros (R$ 40 milhões) pela lesão de um jogador, de acordo com uma taxa diária de 20.548 euros (R$ 109.83,00) por no máximo 365 dias (um ano). A “indenização” vale apenas para jogadores que ficaram mais de 28 dias afastados por algum tipo de contusão.

Segundo a Associated Press, um estudo recente do grupo segurador Howden mostrou que o período de ausência de jogadores nos clubes por causa de lesões foi maior depois da Copa do Catar, realizada entre novembro e dezembro do ano passado, primeira disputada no inverno europeu e no meio da temporada. A Fifa aprovou seu programa de seguro para clubes em 2010, quando o ex-jogador Karl-Heinz Rummenigge, então dirigente do Bayern de Munique, reclamou depois que Arjen Robben se machucou atuando pela Holanda no Mundial de 2010, na África do Sul.

CONTiNUA APÓS PUBLICIDADE

VEJA A LISTA DE JOGADORES LESIONADOS NA DATA FIFA DE NOVEMBRO

  • Vini Jr - (BRASIL/Real Madrid)
  • Gavi - (ESPANHA/Barcelona)
  • Mikel Oyarzabal - (ESPANHA/Real Sociedad)
  • Eduardo Camavinga - (FRANÇA/Real Madrid)
  • Erling Haaland - (NORUEGA/Manchester City)
  • Warren Zaïre-Emery - (FRANÇA/PSG)
  • Andre Onana - (CAMARÕES/Manchester United)
  • Marcus Rashford - (INGLATERRA/Manchester United))
  • Alessandro Bastoni - (ITÁLIA/Inter de Milão)
  • Michail Antonio - (JAMAICA/West Ham)
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.