Publicidade

Putin diz que Rússia precisa de investigação própria sobre doping

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta quarta-feira que o país deve conduzir sua própria investigação sobre as acusações de que os atletas do país usaram sistematicamente substâncias dopantes e que alguém precisa assumir a responsabilidade sobre o problema. Em seus primeiros comentários desde que uma comissão independente da Agência Mundial Antidoping (Wada) fez as acusações, Putin disse que a Rússia precisa cooperar com as organizações internacionais que analisam a questão da forma mais aberta que puder. "Peço ao ministro do Esporte e a todos os nossos colegas que estão ligados de uma forma ou de outra com o esporte que prestem a esta questão a maior atenção possível", disse Putin antes de uma reunião com autoridades esportivas no resort do Mar Negro de Sochi. "É essencial que façamos nossa própria investigação interna e forneçamos a mais aberta - e quero ressaltar - a mais aberta cooperação profissional com estruturas antidoping internacionais", completou. Putin, que é faixa-preta de judô e construiu grande parte de sua própria imagem com as proezas esportivas da Rússia, afirmou que o problema do doping não se limitou somente à Rússia, mas disse que seu país tinha o dever de proteger seus atletas de substâncias proibidas. "A batalha deve estar aberta. Uma competição esportiva só é interessante quando se é honesto", disse Putin, acrescentando que, se forem encontrados problemas, alguém terá que assumir pessoalmente a responsabilidade pela questão. (Reportagem de Denis Dyomkin em Sochi e Vladimir Soldatkin em Moscou)

Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.