PUBLICIDADE

Publicidade

Campeã em Tóquio, Petrova sobe 4 posições no ranking

Por AE
Atualização:

Campeã do Torneio de Tóquio, no sábado, a russa Nadia Petrova se destacou no ranking atualizado pela WTA nesta segunda-feira. A tenista, que já ocupou a terceira colocação da lista, subiu quatro posições, figurando agora no 14º lugar.Com seu 12º título de simples na carreira, Petrova desbancou a compatriota Maria Kirilenko, que caiu para a 15ª colocação do ranking, e se tornou a número 2 da Rússia - a primeira é Maria Sharapova, que manteve a segunda posição na lista da WTA. Não houve mudanças entre as tenistas do Top 10. A bielo-russa Victoria Azarenka segue com boa vantagem na liderança. Ela soma 10.095 pontos, contra 8.435 de Sharapova. Na sequência, vêm Agnieszka Radwanska, vice-campeã em Tóquio, Serena Williams, Petra Kvitova, Angelique Kerber, Sara Errani, Na Li, Samantha Stosur e Marion Bartoli.Entre as brasileiras, Teliana Pereira segue sendo a mais bem colocada no ranking, em 190º, com 321 pontos. Mais distante, Roxane Vaisemberg ocupa a 341ª posição, com 130. E Maria Fernanda Alves é a 372ª colocada, com 108.Confira as primeiras colocadas do ranking: 1º - Victoria Azarenka (Bielo-Rússia), 10.095 pontos2º - Maria Sharapova (Rússia), 8.4353º - Agnieszka Radwanska (Polônia), 8.0154º - Serena Williams (EUA), 7.9005º - Petra Kvitova (República Checa), 6.5206º - Angelique Kerber (Alemanha), 5.3507º - Sara Errani (Itália), 4.8558º - Na Li (China), 4.6509º - Samantha Stosur (Austrália), 4.47510º - Marion Bartoli (França), 3.700 11º - Caroline Wozniacki (Dinamarca), 3.69512º - Ana Ivanovic (Sérvia), 3.14513º - Dominika Cibulkova (Eslováquia), 3.06014º - Nadia Petrova (Rússia), 2.84515º - Maria Kirilenko (Rússia), 2.61816º - Roberta Vinci (Itália), 2.48017º - Kaia Kanepi (Estônia), 2.38918º - Lucie Safarova (República Checa), 2.21519º - Varvara Lepchenko (EUA), 1.85520º - Ekaterina Makarova (Rússia), 1.766190º - Teliana Pereira, (Brasil), 321341º - Roxane Vaisemberg, (Brasil), 130372º - Maria Fernanda Alves, (Brasil), 108

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.