PUBLICIDADE

Ex-lutador do UFC é preso sob suspeita de matar sua namorada no México

Phil Baroni conta com episódios polêmicos na organização e estava sob influência de drogas durante uma briga entre o casal.

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

O ex-lutador do UFC Phil Baroni, 46 de idade, foi preso no último domingo em San Pancho, no México, sob suspeita de ter assassinado sua namorada em um motel. Ele teria chamado a polícia ao local, que encontrou a mulher sem vida. Ele estaria sob influência de drogas e alegou que houve um acidente durante uma briga entre o casal.

PUBLICIDADE

O caso foi noticiado pelo jornal mexicano Tribuna De La Bahia. Phil Baroni se identificou como “Phillips” ao chamar a viatura policial, que fazia ronda pela área. Sua namorada, identificada como “Paola”, estava inconsciente em um quarto ao lado.

A mulher, nua e coberta por um lençol, não tinha sinais vitais quando a polícia chegou ao local e apresentava marcas de golpes no rosto e em partes de seu corpo. Phil Baroni foi preso sob suspeita de homicídio e uma investigação está em curso para descobrir a real causa da morte de Paola.

Phil Baroni foi preso sob suspeita de assassinar sua namorada. Foto: Cheryl Ravelo/Reuters

Em seu depoimento, Baroni afirmou que, por volta das 15h (horário local) do último domingo, estava fumando maconha e bebendo cerveja no quarto antes de discutir com a namorada, que teria revelado ter tido relações sexuais com outro homem. Como reação, o lutador mandou que a mulher tomasse um banho. Quando ela se negou, Baroni a pegou pelo braço a arremessou no banheiro.

Ela teria batido a cabeça e a nuca e Baroni tentou ajudar a levantá-la. Após alguns minutos, ela já não tinha mais sinais vitais. Ele teria tentado reanimá-la segundo a versão contada pelo atleta, sem sucesso. Autópsias estão sendo realizadas no corpo da namorada para determinar a causa da morte.

Baroni teve passagens por algumas das principais organizações de MMA do mundo, como o UFC e o Bellator. Polêmico, foi suspenso em 2003, após golpear o árbitro Larry Landless em sua derrota para Evan Tanner, no UFC 45. Ele conta com 16 vitórias e 19 derrotas em seu cartel.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.