PUBLICIDADE

UFC 300: Cris Cyborg pede que Dana White finalmente realize revanche com Amanda Nunes

Segundo encontro entre as duas brasileiras nunca aconteceu; centenário evento pode ser bom motivo para que finalmente ocorra

Por Sergio Neto

O UFC 300 está em contagem regressiva. Conforme o histórico evento se aproxima, mais lutas vão sendo confirmadas por Dana White. A brasileira Cris Cyborg, mesmo fora do quadro de atletas da organização, quer marcar presença no octógono de maneira expressiva. O duelo no dia 13 de abril, em Las Vegas, seria contra a rival e compatriota Amanda Nunes, com quem tem uma história ‘mal resolvida’.

PUBLICIDADE

Cyborg respondeu um post de Dana White no X (antigo Twitter) em que pede pelo embate. “Dana…Eu amaria acrescentar #CyborgNunes2 no card do @ufc 300 também”. Atualmente, ela está fora do UFC. Hoje, a brasileira é campeã peso-pena (66 kg) do Bellator, que foi comprado pela PFL recentemente. Entre as disputas femininas no centenário evento da entidade, já está confirmada a luta entre a judoca Kayla Harrison e a ex-campeã da liga Holly Holm, no peso-galo (até 61 kg).

A organização, entretanto, ainda não confirmou se Cyborg x Nunes 2, de fato, ocorrerá. O que é certo é que esta é uma das lutas mais aguardadas do UFC - que nunca aconteceu. A hipótese de uma possível revanche ainda está entalada na garganta da lutadora de 38 anos. Cyborg foi derrotada por Amanda Nunes em 2018 depois de mais de uma década de invencibilidade. O reencontro nunca aconteceu, pois ela não tinha relação boa com White, que acabou culminando na sua saída da organização em 2019. Hoje, busca uma reaproximação.

Amanda Nunes deu fim à soberania de Cris Cyborg no UFC. Foto: Sean M. Haffey/AFP

Com o UFC 300 no horizonte, as expectativas estão nas alturas para que a revanche aconteça. No entanto, o mundo do MMA é conhecido por suas reviravoltas e surpresas, e a possibilidade de a luta se concretizar permanece incerta. As negociações sequer foram iniciadas. A ‘Leoa’ está aposentada desde o ano passado, mas o segundo confronto com Cyborg poderia reverter este quadro.

Porém, a possibilidade de uma revanche entre Cris Cyborg e Amanda Nunes adiciona uma camada de emoção e especulação ao cenário do UFC. Os próximos meses prometem ser cruciais para determinar se as duas lutadoras brasileiras finalmente se enfrentarão novamente, proporcionando aos fãs um espetáculo memorável no UFC 300.

Uma coisa é fato: Cris Cyborg e Amanda Nunes são duas das maiores lutadoras do UFC de todos os tempos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.