PUBLICIDADE

Publicidade

Fotos que viralizaram com Italo Ferreira no eclipse solar viram estampa de pranchas; veja fotos

Surfista posta pranchas com registros feitos por Marcelo Maragni de diferentes fases do fenômeno

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

As imagens de Italo Ferreira no eclipse solar que aconteceu no começo de outubro viraram estampa de pranchas de surfe. O atleta brasileiro postou, na noite deste domingo, mostrando como os registros feitos pelo fotógrafo Marcelo Maragni envelopam os novos equipamentos. As fotos viralizaram em 14 de outubro, quando o fenômeno ficou visível no Brasil.

PUBLICIDADE

As pranchas tem estampas de diferentes fases do eclipse. Na legenda, Italo escreveu: “O significado de tanto faz”. As fotos foram feitas entre o município de Baía Formosa e a capital Natal, no Rio Grande do Norte, um dos Estados com melhor visão do fenômeno, que causou a impressão de um “círculo de fogo” em torno do surfista.

Enquanto a posição do surfista precisava estar alinhada com o momento em que a Lua se posicionava entre a Terra e o Sol, o fotógrafo, há aproximadamente 1 km de distância do surfista, teve de usar, além de sua câmera, rádios para comunicação, dois celulares, óculos de proteção e espelhos para conseguir fixar os olhos contra a luz do Sol e evitar o efeito sombra na imagem do atleta.

Como a foto foi feita

A cena inédita foi eternizada após uma única tentativa e em cerca de 5 segundos. Durante esse período, Maragni ainda precisou ajustar sua posição para capturar o ângulo perfeito do anel de fogo. Antes o fotógrafo havia testado possibilidades para conseguir registrar o momento. Os ensaios e estudos começaram quatro meses antes e Maragni visitou mais de 20 picos e montanhas ao redor da praia para a checagem prévia do lugar ideal.

Registro de Italo Ferreira no eclipse viralizou nas redes sociais.  Foto: Marcelo Maragni (Red Bull Content)
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.