Secretário de Estado dos EUA promete medidas para ajudar economia palestina

PUBLICIDADE

Atualização:

O secretário de Estado norte-americano, John Kerrry, disse nesta terça-feira que concordou em trabalhar com os líderes israelenses e palestinos para estimular o crescimento econômico na Cisjordânia ocupada, já que busca caminhos para retomar o processo de paz na região. Falando ao final de uma visita de três dias à região, Kerry disse a jornalistas que vai apresentar na semana que vem os detalhes de um plano econômico. "Concordamos entre nós ... que vamos nos envolver em novos esforços, esforços muito específicos, para promover o desenvolvimento econômico ... e para eliminar alguns gargalos e barreiras que existem com relação ao comércio na Cisjordânia", afirmou. "Pretendemos criar condições para a paz, de modo a podermos retomar as negociações entre as partes de maneira clara, precisa e predeterminada", afirmou ele no aeroporto de Tel Aviv. Em seguida, Kerry embarcou para uma reunião de chanceleres do G8 em Londres. Essa foi a sua terceira visita ao Oriente Médio em menos de três semanas. No mês passado, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fez a primeira visita de sua presidência a Israel e à Cisjordânia. Nem Kerry nem Obama, no entanto, apresentaram nenhuma nova iniciativa para estimular a retomada das negociações de paz, abandonadas desde 2010. (Reportagem de Arshad Mohammed)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.