PUBLICIDADE

Esqueceram de mim? Companhia aérea embarca criança de 6 anos sozinha para o destino errado no Natal

Menino desembarcou a mais de 260 quilômetros de distância do destino planejado pela família. Incidente aconteceu no dia 21, mas só foi divulgado na segunda-feira, 25

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

Um menino de seis anos foi colocado no voo errado da Spirit Airlines, nos Estados Unidos, pousando a mais de 260 quilômetros de distância do destino planejado. A família da criança esperava encontrá-lo em Fort Myers, na Flórida, mas ele desembarcou em Orlando. O incidente aconteceu no dia 21, mas só foi divulgado nesta segunda-feira, 25. O episódio lembra a trama do filme Esqueceram de Mim 2, com Macaulay Culkin.

A avó, Maria Ramos, falou sobre o ocorrido ao canal WINK News, revelando ter sido a primeira vez que o menino voava. Embora as malas tenham chegado corretamente ao destino, o neto estava longe do local esperado. “Corri para dentro do avião até a comissária de bordo e perguntei a ela: ‘Onde está meu neto?’”, disse.

ASpirit Airlines não ofereceu explicações sobre como o equívoco aconteceu.  Foto: Wilfredo Lee/AP

PUBLICIDADE

O neto conseguiu entrar em contato com a avó por telefone, relatando estar em Orlando. A avó então pegou outro voo até a cidade para buscá-lo. Em comunicado divulgado pelo canal de TV, a companhia aérea disse que a criança esteve sempre sob os cuidados e supervisão de um membro da equipe Spirit. “Assim que descobrimos o erro, tomamos medidas imediatas para nos comunicarmos com a família e reconectá-los”, disse.

“Levamos a sério a segurança e a responsabilidade de transportar todos os nossos passageiros e estamos conduzindo uma investigação interna”, acrescentou a companhia aérea. “Pedimos desculpas à família por esta experiência”. No entanto, a Spirit Airlines não ofereceu explicações sobre como o equívoco aconteceu.

A Administração de Segurança de Transporte (TSA) afirmou que não estava envolvida no incidente, já que é responsabilidade da companhia aérea garantir que cada passageiro tenha o cartão de embarque correto antes de entrar na área segura de um aeroporto. O porta-voz da TSA, Daniel Velez, encaminhou as perguntas relacionadas ao incidente à Spirit Airlines. /W.POST.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.