Harry e Meghan fazem primeira aparição pública no Jubileu de Platina de Elizabeth II

Após deixar as suas funções na família real britânica, o casal participa da missa na catedral de St. Paul em homenagem aos 70 anos de reinado de Elizabeth II

PUBLICIDADE

Por Stephen Castle e Mark Landler
Atualização:

THE NEW YORK TIMES - Após a pomposa cerimônia militar da quinta-feira, 3, o Jubileu de Platina em homenagem aos 70 anos de reinado de Elizabeth continua com uma missa em sua na catedral de St. Paul. É a primeira aparição pública no jubileu de seu neto, o príncipe Harry e sua esposa, Meghan Markle.

O momento está sendo acompanhado de perto por observadores reais e pela mídia britânica, dadas as tensões dentro da família.

A chegada do príncipe Harry e sua esposa, Meghan, à Catedral de St. Paul foi outro passo bem coreografado em um conjunto de celebrações do Jubileu de Platina organizadas para gerenciar as tensões dentro da família da rainha Elizabeth II.

Príncipe Harry e sua esposa, Meghan Markle, chegam à catedral de St. Paul, em Londres, para participar da missa em homenagem aos 70 anos de reinado de Elizabeth II  Foto: Aaron Chown/AP

PUBLICIDADE

O príncipe Harry renunciou ao seu status na realeza em 2020, quando Harry e Meghan deixaram o Reino Unido para morar no sul da Califórnia.

No ano seguinte, eles deram uma entrevista a Oprah Winfrey, na qual Meghan sugeriu que ela havia sido vítima de racismo dentro da casa real e Harry afirmou que seu irmão, o príncipe William, e seu pai, o príncipe Charles, estavam “presos em seus papeis” na realeza.

Participação da rainha Elizabeth II

A rainha participaria do evento desta sexta-feira, mas o Palácio de Buckingham disse que ela decidiu não participar depois de sentir desconforto no primeiro dia de festividades. O palácio disse que a rainha “gostou muito” do desfile militar que marcou seu aniversário, mas “sentiu algum desconforto”.

“Levando em conta a jornada e a atividade necessária para participar do Serviço Nacional de Ação de Graças de amanhã na Catedral de St.Paul, Sua Majestade com grande relutância concluiu que não comparecerá”, disse o palácio em comunicado.

Publicidade

A rainha reduziu suas aparições públicas nos últimos meses devido ao que o Palácio de Buckingham chama de “problemas de mobilidade” e decidiria em quais eventos do jubileu ela participaria apenas perto da data. As celebrações ocorrerão ao longo do fim de semana, e não está claro se ela comparecerá aos eventos no sábado e no domingo.

Elizabeth II apareceu na varanda do Palácio de Buckingham duas vezes na quinta-feira, na segunda vez ao lado de quatro gerações da família real britânica, no que foi a peça central simbólica das celebrações do Jubileu de Platina.

Ela foi acompanhada por três herdeiros ao trono britânico: seu filho mais velho, o príncipe Charles; seu neto mais velho, o príncipe William; e o filho mais velho de William, o príncipe George. Também na varanda estavam dois dos outros filhos da rainha, a princesa Anne e o príncipe Edward.

A rainha Elizabeth II na sacada do Palácio de Buckingham com quatro gerações da família real britânica nas comemorações dos 70 anos de reinado  Foto: Paul Grover/Reuters

PUBLICIDADE

Foi uma reunião mais simplificada da realeza do que nos anos anteriores do jubileu, com o príncipe Andrew, o segundo filho da rainha, e o príncipe Harry ausentes da sacada. O Palácio de Buckingham anunciou a programação com bastante antecedência, procurando evitar semanas de especulação sobre se eles seriam convidados.

Andrew, marcado por sua associação com Jeffrey Epstein, o financista que morreu na prisãop enquanto cumpria pena por crimes sexuais, foi enviado para uma forma de exílio interno. E na quinta-feira o palácio disse que Andrew havia testado positivo para o coronavírus e perderia o culto de ação de graças de sexta-feira.

A rainha fez uma aparição surpresa na varanda na quinta-feira para inspecionar as tropas no desfile. Ela foi acompanhada pelo duque de Kent, que é conhecido do público de televisão por suas aparições anuais no torneio de tênis de Wimbledon.

Ela também liderou a iluminação do Platinum Jubilee Beacon na noite de quinta-feira do Castelo de Windsor, em uma cerimônia dupla com o príncipe William.

Publicidade

O serviço de ação de graças na sexta-feira pretende exemplificar o papel especial da rainha na vida britânica como chefe de Estado e chefe da Igreja da Inglaterra. Também convidados a estar entre as cerca de 400 pessoas presentes estão diplomatas e líderes políticos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.