PUBLICIDADE

Atirador abre fogo em hospital e em casa na Holanda e mata duas pessoas

Suspeito foi preso pela polícia de Roterdã; um incêndio também foi registrado na casa onde atirador estava

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

Um homem abriu fogo em uma casa e em um hospital universitário na cidade portuária de Roterdã, na Holanda , na tarde desta quinta-feira, 28. A polícia local anunciou que duas pessoas morreram e uma adolescente ficou ferida devido aos dois tiroteios.

O atirador, um estudante de Rotterdam de 32 anos, usava um colete à prova de balas quando atirou e matou uma mulher de 39 anos e feriu gravemente sua filha de 14 anos, disse o chefe de polícia Fred Westerbeke. O atirador foi então para o Centro Médico Erasmus, onde atirou e matou um homem de 46 anos, professor do hospital acadêmico.

Centro Médico Erasmus, que é um hospital universitário, foi alvo de atirador de 32 anos. Pelo menos duas pessoas morreram. Foto: AP Photo

PUBLICIDADE

Em comunicado no X, antigo Twitter, a polícia de Roterdã disse que prendeu um suspeito. Segundo reportagens locais, ele foi detido no heliporto da universidade. As autoridades disseram ter recebido um relato inicial de tiros às 14h25, (9h25 no horário de Brasília). Um incêndio também foi registrado na casa onde ocorreu um dos tiroteios, disseram as autoridades locais.

O Centro Médico Erasmus apelou nas redes sociais para que as pessoas não se dirijam ao hospital./Associated Press.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.