PUBLICIDADE

Equador: vulcão entra em erupção em ilha de Galápagos

Cientistas indicaram que esta pode ser a maior erupção desde 2017

Foto do author Redação
Por Redação

Um vulcão em uma ilha desabitada em Galápagos, no Equador, entrou em erupção durante o fim de semana, iluminando o céu noturno enquanto a lava caía pelas laterais em direção ao mar.

PUBLICIDADE

O vulcão La Cumbre, na ilha Fernandina, começou a entrar em erupção no sábado, 2, por volta da meia-noite, no que autoridades do Instituto Geofísico do Equador disseram que poderia ser a maior erupção desde 2017. O vulcão de 1.476 metros entrou em erupção pela última vez em 2020.

Imagens compartilhadas nas redes sociais tiradas por visitantes de Galápagos mostram o perfil do vulcão contra um céu vermelho carmesim. O instituto recomendou que os turistas fiquem longe caso os fluxos de lava entrem no mar, pois pode haver pequenas explosões e liberação de gases tóxicos.

Imagens compartilhadas nas redes sociais tiradas por visitantes de Galápagos mostram o perfil do vulcão contra um céu vermelho  Foto: Parque Nacional de Galápagos via AP

La Cumbre entrou em erupção um total de quatro vezes em quase oito anos.“A duração da erupção não pode ser prevista com precisão, nem se atingirá a costa marítima, mas de acordo com os dados sobre a deformação do vulcão acumulada desde o último período eruptivo, é provável que a atual seja maior do que as observadas em 2017, 2018 e 2020″, detalhou o instituto.

Com entre 28 e 30 erupções registradas desde 1800, La Cumbre tem a maior taxa de recorrência de erupções no arquipélago turístico equatoriano.

Embora a erupção não represente nenhum risco para os seres humanos, a ilha é o lar de uma série de espécies, incluindo pinguins e biguás que não voam. Em 2019, cientistas encontraram na ilha uma tartaruga gigante que não era vista havia mais de um século e que se temia estar extinta.

O vulcão La Cumbre é um dos mais ativos da cadeia de ilhas Galápagos, famoso em todo o mundo por ajudar o cientista britânico do século 19, Charles Darwin, a desenvolver sua teoria da evolução./AP e AFP.

Publicidade

La Cumbre entrou em erupção um total de quatro vezes em quase oito anos, sendo a última vez antes deste episódio em 2020.  Foto: Aeroporto Ecológico de Galápagos via AFP
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.