PUBLICIDADE

Irmão do autor de massacre na Flórida é detido por invadir escola em Parkland

Zachary Cruz desrespeitou proibição da polícia e foi detido dentro da escola Marjory Stoneman Douglas, onde Nikolas Cruz matou 17 pessoas em fevereiro; ele alegou que entrou no local para 'refletir sobre o ataque' e teve fiança decretada em US$ 25

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

MIAMI, EUA - Zachary Cruz, irmão de Nikolas Cruz, autor do massacre na escola Marjory Stoneman Douglas, em Parkland, na Flórida, foi detido na segunda-feira por supostamente ter entrado no mesmo colégio, apesar de ter sido proibido pela polícia, segundo informações da imprensa local.

Ataque a tiros fecha escola em Maryland; atirador é morto

O escritório do Xerife do condado de Broward informou que as câmeras de segurança gravaram Zachary quando ele "atravessou todas as portas e entradas fechadas e circulou com seu patinete pelo interior da escola" de ensino médio, de acordo com canais de TV de Miami.

Irmão de Nikolas Cruz afoi detido dentro da escola Marjory Stoneman Douglas, em Parkland Foto: REUTERS/Thom Baur

PUBLICIDADE

O irmão mais novo de Nikolas Cruz ficou detido na prisão do condado, acusado de transgressão, com uma fiança de US$ 25.

Zachary, de 18 anos, um a menos que seu irmão Nikolas, que deve responder na Justiça pela morte de 17 pessoas, disse que tinha entrado na escola "para refletir sobre o ataque a tiros" que ocorreu o dia 14 de fevereiro, segundo o escritório do Xerife.

Professor faz disparo de arma acidental em escola da Califórnia

Naquele dia, Nikolas Cruz, ex-aluno da escola Marjory Stoneman Douglas, em Parkland, uma cidade residencial próxima a Fort Lauderdale, chegou em um Uber ao colégio com uma mala onde carregava um fuzil.

Publicidade

Uma vez no interior de um dos edifícios, começou a disparar indiscriminadamente, matando 17 pessoas, entre elas 14 alunos. O Estado da Flórida anunciou na semana passada que pedirá a pena de morte para Cruz. / EFE

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.