Líder supremo do Irã ordena investigação de eleições

Por AE
Atualização:

O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, ordenou a abertura de uma investigação das denúncias de fraude feitas pelo candidato moderado Mir Hossein Mousavi, informou hoje a televisão estatal da república islâmica. "O Conselho dos Guardiães foi aconselhado a examinar minuciosamente a carta", informou hoje a TV estatal iraniana. Mousavi apresentou uma queixa formal perante o Conselho dos Guardiães na qual requisitou a anulação do resultado das eleições presidenciais da sexta-feira porque, segundo ele, teria havido compra de votos. O presidente Mahmoud Ahmadinejad se reelegeu em primeiro turno.Khamenei comunicou a abertura da investigação a Mousavi durante reunião na noite de ontem. Ele também recomendou ao candidato derrotado que busque solucionar o assunto com calma e dentro dos parâmetros legais vigentes, prosseguiu a emissora estatal. Hoje, centenas de pessoas saíram às ruas de Teerã para protestar contra a vitória de Ahmadinejad. As informações são da Dow Jones.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.