Navalni está em estado grave na prisão e ambulância foi chamada para cuidados médicos, diz aliado

Principal opositor político de Vladimir Putin na Rússia tem fortes dores de estômago e está em estado grave

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação

Alexei Navalni, o principal opositor político de Vladimir Putin na Rússia, está em estado grave e uma ambulância foi chamada para socorrê-lo na colônia penal IK-6 de segurança máxima em Melekhovo, cerca de 250 quilômetros a leste de Moscou, onde ele está detido.

Navalni estaria com fortes dores de estômago que podem ser resultado de um veneno de ação lenta, afirmou o ativista Ruslan Shaveddinov, aliado próximo de Navalni, nesta sexta-feira, 14, em entrevista ao jornal The Guardian.

Alexei Navali em tribunal em Moscou, Rússia Foto: VALENTINA SVISTUNOVA / EFE

PUBLICIDADE

“A situação dele é crítica, estamos todos muito preocupados”, disse Shaveddinov ao Guardian em entrevista por telefone. “Entendemos que a situação deve ter sido muito ruim se uma ambulância foi chamada”, acrescentou ele, acrescentando que as autoridades prisionais se recusaram a internar Navalni no hospital.

De acordo com Shaveddinov, não houve nenhuma atualização sobre o estado de saúde de Navalni desde a chegada da ambulância. “As autoridades da prisão estão fazendo tudo que podem para isolá-lo”, acrescentou o aliado em entrevista ao Guardian.

O principal opositor de Putin se comunica com o mundo exterior apenas através de seus advogados.

Navalni cumpre uma pena de 11 anos e meio por crimes relacionados à fraude e desacato ao tribunal. Diversas entidades de direitos humanos apontam que as acusações foram inventadas para silenciar o russo.

Em coletiva de imprensa, o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, apontou que o governo russo não estava acompanhando o estado de saúde de Navalni e que as questões deveriam ser endereçadas ao serviço penitenciário federal.

Publicidade

Porta-voz de Navalni havia declarado que ele lutava contra “doença misteriosa”

Em um post no Twitter, a porta-voz de Navalni, Kira Yarmysh apontou que o político está lutando contra uma doença misteriosa na prisão e que ele poderia estar ingerindo um veneno de ação lenta.

“Não excluímos a possibilidade de que Alexei Navalni esteja sendo lentamente morto para atrair menos atenção”, apontou Yarmysh em publicação no Twitter.

Alexei Navalni na saída de um tribunal em Moscou, Rússia Foto: Valentina Svistunova / EFE

O advogado de Navalni, Vadim Kobzev, afirmou que o seu cliente perdeu oito quilos nos últimos 15 dias e que não descarta que as autoridades estejam permitindo que a saúde do ativista político esteja se deteriorando progressivamente.

Em agosto de 2020, Navalni passou mal durante um voo da Sibéria para Moscou. O político foi transferido para a Alemanha para receber tratamentos médicos.

PUBLICIDADE

De acordo com análises de sangue e urina colhidas pela Organização para a Proibição de Armas Químicas (Opaq), foram identificados biomarcadores com “características estruturais similares às dos químicos tóxicos pertencentes” ao grupo Novichok, um agente nervoso desenvolvido na antiga União Soviética. Segundo os assessores, ele teria sido envenenado ao beber água em um hotel.

Em 2021, Navalni retornou ao território russo e foi detido.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, rejeitou uma recente investigação divulgada por vários meios de comunicação, entre eles o site Bellingcat, a rede CNN e Der Spiegel, a qual atribui a responsabilidade do envenenamento ao FSB, os serviços secretos russos, herdeiros da KGB.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.