PUBLICIDADE

Acne em adultos: entenda as causas e veja dicas de como tratar

As espinhas podem aparecer em qualquer idade, dizem os especialistas, mas tratamentos caseiros podem ajudar

Por Erica Sweeney

THE NEW YORK TIMES - LIFE/STYLE - Eu raramente tinha espinhas quando era adolescente. Agora, tenho o tempo todo e isso é constrangedor. Por que estou tendo acne na idade adulta?

PUBLICIDADE

Ao atingir a idade adulta, você provavelmente pensaria que as espinhas acabariam de vez. Mas os dermatologistas dizem que é comum ter acne aos 30, 40 anos ou mais - mesmo que você nunca tenha tido espinhas na adolescência.

A acne adulta pode ser um choque, disse a Dra. Carmen Castilla, dermatologista da cidade de Nova York, e pode ser mais embaraçosa do que quando você era mais jovem.

A boa notícia é que, embora a causa da acne adulta nem sempre seja tão “clássica” como quando você era adolescente, disse o Dr. Ross Radusky, dermatologista em Dallas, ela pode ser tratada em qualquer idade.

quando você tem acne na idade adulta, isso pode ser devido a vários fatores que não foram considerados durante a adolescência. Foto: Joyce Lee/The New York Times

Causas da acne em adultos

Todos os casos de acne ocorrem quando os poros ficam obstruídos com óleo, células mortas da pele e sujeira, de acordo com a American Academy of Dermatology. Mas quando você tem acne na idade adulta, isso pode ser devido a vários fatores que não foram considerados durante a adolescência:

Hormônios

A acne na adolescência é normalmente causada pela alteração dos hormônios durante a puberdade, de acordo com a American Academy of Dermatology (AAD). Mas as flutuações hormonais normais que ocorrem mais tarde na vida também podem ser responsáveis pela maioria dos casos de acne em adultos, disse a Dra. Lauren Ploch, dermatologista em Aiken, Carolina do Sul.

Sua pele produz mais óleo quando seus hormônios flutuam, e esse excesso de óleo pode obstruir os poros e interagir com bactérias na pele, causando acne.

Publicidade

A acne hormonal é comum entre as mulheres durante toda a vida, especialmente nos dias que antecedem a menstruação, durante a gravidez ou a menopausa, ou ao iniciar ou interromper o uso de contraceptivos orais, de acordo com a AAD. Homens com níveis naturalmente altos de testosterona também podem ser propensos à acne.

Medicamentos

A acne pode ser um efeito colateral de certos medicamentos, inclusive alguns medicamentos para saúde mental, como o lítio, ou corticosteroides, como a prednisona, disse Ploch. Medicamentos à base de testosterona, pílulas anticoncepcionais, alguns medicamentos para convulsões e certos suplementos, como vitaminas B e proteína de soro de leite, também podem causar acne, disse ela.

Genética

A acne, às vezes, é um problema que perdura por toda a vida para pessoas com determinados tipos de pele - por exemplo, se você tiver pele naturalmente oleosa ou uma renovação mais lenta das células da pele, onde você retém células mortas da pele que obstruem os poros, disse Ploch. Esses problemas podem se intensificar com a idade e as alterações hormonais, disse ela. Um histórico familiar de acne adulta também pode significar que você tem maior probabilidade de tê-la, disse Castilla.

Estresse

O estresse aumenta os níveis do hormônio cortisol, que aumenta a produção de óleo da pele e pode levar a espinhas, disse Radusky. A acne relacionada ao estresse geralmente se resolve quando o fator estressante desaparece. O estresse também pode afetar outras áreas da vida, inclusive o sono e os hábitos alimentares, o que também pode contribuir para a acne, disse Ploch.

Tratamento da acne adulta em casa

CONTiNUA APÓS PUBLICIDADE

Normalmente, é possível tratar a acne leve com produtos tópicos de venda livre.

Uma lavagem com peróxido de benzoíla pode ser um bom ponto de partida, pois tem propriedades antibacterianas e de secagem da pele e ajuda a desobstruir os poros, disse Ploch. O adapaleno (um medicamento retinoide) e o ácido azelaico (um medicamento que mata as bactérias e desobstrui os poros) podem ajudar a limpar a acne, disse Castilla. Os produtos que contêm ácido salicílico também ajudam a esfoliar a pele, o que promove a renovação das células mortas da pele e evita a obstrução dos poros.

No entanto, Radusky disse que, como a pele fica mais seca à medida que envelhecemos e perdemos colágeno, esses produtos podem ser muito secos e irritantes para alguns adultos. Nesse caso, ele recomendou o uso de produtos com ácido glicólico, um esfoliante químico suave, para aumentar a renovação das células da pele sem ressecá-la.

Publicidade

Pode levar de quatro a seis semanas para ver melhorias com produtos de venda livre, por isso é importante usá-los de forma consistente, disse Castilla. Procure hidratantes, protetores solares e produtos de limpeza rotulados como “livres de óleo” ou “não comedogênicos”, disse Ploch, que não obstruem os poros.

Quando consultar um dermatologista

Se os produtos de farmácia não estiverem funcionando, se você notar cicatrizes ou manchas escuras causadas pelas erupções, ou se a acne estiver diminuindo sua autoestima, consulte um dermatologista, disse Radusky.

Ele pode ajudar a determinar a causa analisando seus medicamentos, dieta, alergias, estresse, condições médicas e muito mais. Um dermatologista também pode certificar-se de que suas erupções são realmente acne.

“Há muitos mimetizadores de acne à medida que envelhecemos”, disse Radusky.

Por exemplo, segundo ele, a rosácea às vezes se assemelha à acne, e um tipo de infecção fúngica chamada foliculite por malassezia também pode causar inchaços semelhantes a espinhas.

Com base na causa e no seu tipo de pele, Castilla disse que os dermatologistas têm muitos tratamentos a oferecer, inclusive medicamentos tópicos com prescrição médica e antibióticos tópicos ou orais.

A espironolactona, um medicamento oral que bloqueia determinados hormônios no corpo, às vezes é recomendada para acne hormonal grave em mulheres. E a isotretinoína, comumente conhecida no Brasil como Roacutan, é um medicamento oral eficaz para acne, embora possa causar efeitos colaterais graves, inclusive defeitos congênitos e depressão. É mais comumente prescrito para “cistos e nódulos de acne profundos e dolorosos”, de acordo com a AAD.

Publicidade

Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.