PUBLICIDADE

Excluir Huawei de projetos de 5G pode atrasar a tecnologia, diz China à UE

Governo chinês disse a União Europeia que a empresa era indispensável para o desenvolvimento da nova geração de internet

Por Agências
Atualização:
Atualmente, a chinesa Huawei é a segunda maior fabricante de smartphones do mundo Foto: REUTERS/Tyrone Siu

Excluir a gigante de tecnologia chinesa Huawei de projetos de 5G na Europa pode prejudicar o desenvolvimento de redes móveis da quinta geração da internet. O alarde foi feito pelo governo chinês à União Europeia, segundo informou o jornal Financial Times no último domingo, 27.

PUBLICIDADE

Segundo a reportagem, Zhang Ming, embaixador da China alertou que limitar a participação da companhia poderia trazer “sérias consequências para a cooperação econômica e científica global”.

A empresa, uma das principais fabricantes de produtos de telecomunicações, é acusada de praticar espionagem por meio de seus aparelhos. Os Estados Unidos, por exemplo, já proibiram que membros do governo usassem produtos fabricados pela Huawei e sugeriu aos americanos a fazerem o mesmo. Outros países da União Europeia ensaiam fazer o mesmo movimento. A Huawei nega as acusações.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.