PUBLICIDADE

Uber começa a notificar 196 mil brasileiros por falha de segurança

Empresa enviou aviso para passageiros e motoristas afetados; brecha que afetou 57 milhões no mundo ocorreu no fim de 2016 e passou um ano sem ser revelada pela empresa

PUBLICIDADE

Por Redação Link
Empresa foi notificada pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MP-DFT) Foto: Ginnette Riquelme/Reuters

O Uber começou nesta quarta-feira, 11, a notificar os 196 mil usuários brasileiros – entre motoristas e passageiros – que tiveram seus dados pessoais vazados em uma falha de segurança ocorrida entre outubro e novembro de 2016. A empresa está enviando avisos para todos os usuários afetados a pedido do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MP-DFT), que abriu investigação recentemente sobre o caso. 

PUBLICIDADE

Apesar de ter acontecido em 2016, a falha de segurança do Uber só foi revelada ao público em dezembro do ano passado, quando a empresa já estava sob o comando de Dara Khosrowshahi – na época, foi revelada a informação de que o Uber pagou US$ 100 mil à dupla de hackers responsável pelo ataque para acobertar a brecha de segurança. 

Segundo o Uber, dados como nome, endereço de e-mail e telefone celular vinculado diretamente à conta do usuário foram vazados – de acordo com a empresa, não houve exposição de dados financeiros como números de cartão de crédito ou códigos de segurança. 

“Nenhum usuário específico precisa tomar qualquer medida. No entanto, estamos monitorando sua conta para proteção adicional contra fraudes”, declarou a empresa, no email que foi enviado aos usuários afetados. 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.