PUBLICIDADE

Uber fará testes de carro voador em Melbourne e nos EUA em 2020

Maior cidade em número de viagens realizadas pelo aplicativo no mundo, São Paulo estava na lista de pré-selecionadas; veículo semelhante a helicóptero será elétrico

Foto do author Luciana Dyniewicz
Por Luciana Dyniewicz
Atualização:
Protótipo de carro voador da Embraer é exibido durante o Uber Elevate Summit, realizado nesta semana em Washington Foto: Tasos Katopodis/Getty Images for Uber Elevate

O Uber anunciou nesta terça-feira, 11, que seu “carro voador” fará testes a partir de 2020 em Melbourne, na Austrália, além de Los Angeles e Dallas, nos Estados Unidos. A aeronave, semelhante a um helicóptero, mas elétrica, deverá operar comercialmente a partir de 2023. 

PUBLICIDADE

São Paulo estava na lista das cidades finalistas para receber os testes, ao lado de Paris, Mumbai e Tóquio e da vencedora Melbourne. O governador do Estado, João Doria (PSDB), havia recebido a equipe do Uber em janeiro deste ano para conversar sobre o assunto.

Um dos pontos que favoreciam a cidade brasileira é o tamanho do mercado. Hoje, São Paulo é a cidade que tem o maior número de viagens realizadas no mundo por meio do aplicativo de transporte. Além disso, é um dos maiores mercados de helicópteros do planeta. 

Além do mercado, a Uber também levou em consideração aspectos climáticos, regulatórios, de infraestrutura e de estratégia para definir a cidade onde ocorrerão os testes.

A Embraer X, subsidiária da brasileira Embraer, trabalha com a Uber para desenvolver a aeronave que fará os voos.

Outras fabricantes como Bell, Boeing, Pipistel, Karen e Jaunt também estão criando suas aeronaves para atender a companhia de tecnologia. Além de ser elétrico (com bateria recarregável), o “carro voador” deverá ser mais silencioso que um helicóptero e ter um custo de operação mais barato, segundo a empresa.

*A jornalista viajou a convite do Uber

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.