PUBLICIDADE

EUA: universidades bloqueiam Napster

Por Agencia Estado
Atualização:

Diversas universidades norte-americanas bloquearam o acesso ao site de troca de músicas Napster.com em suas redes, de acordo com um estudo publicado hoje. Estudantes de 40% das universidades dos Estados Unidos estão voltando das férias de verão e encontrando problemas ao tentarem se conectar ao site pelos computadores do campus. O relatório, feito pelo Gartner Group, tomou como base as 50 principais universidades dos Estados Unidos e descobriu que muitas delas tomaram precauções contra o uso do Napster, que enfrentará audiência em outubro, em um processo envolvendo leis de direitos autorais, censura e questões sobre o uso da Internet. Uma corte de apelações federal iniciará o julgamento em outubro, para decidir se o Napster deve ou não continuar on-line. Embora a indústria fonográfica tente desativar o Napster alegando que o serviço viola os direitos autorais, o site argumenta que apenas possibilita a troca de músicas entre os usuários e que grande parte do material disponível não é protegida por direitos autorais. Enquanto o resultado final do processo não sai, o site continua disponível e as redes das universidades que mantiverem o acesso ao site devem ficar mais lentas, pois os alunos tentarão fazer download do maior número de músicas possível, antes que o serviço seja desativado. As instituições que decidiram banir o Napster da rede incluem, entre outras, Universidade da Geórgia, Universidade de Nova York, Universidade de Santa Clara, Universidade da Califórnia, Universidade do Mississipi, Universidade do Texas, e Universidade de Yale.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.