PUBLICIDADE

O outro lado

Editora nega acusação de plágio de blogueira e reafirma processo

PUBLICIDADE

Por Tatiana Mello Dias
Atualização:

A Editora Landmark, que está processando a blogueira Denise Bottman após ser acusada de plágio, negou as acusações e reafirmou os motivos do processo. Em um e-mail enviado ao Link, o advogado da empresa, Alberto Marchi Macedo, disse que as denúncias de Denise são “totalmente desgarradas da realidade”.

PUBLICIDADE

Segundo ele, a existência de plágio só pode ser reconhecida na esfera judicial. Por isso, não cabe a “terceiros afirmarem sua existência e ainda usá-la com o intuito de denegrir a imagem da empresa”. O advogado afirma que, a partir da acusação da historiadora, a editora está sendo “atacada em blogs” como “picareta” e “bandida”.

O advogado diz que a editora não pretende cercear o direito de liberdade de expressão, mas “colocar fim às acusações infundadas que a prejudicam no mercado editorial”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.