Acidente com ônibus já deixou 9 mortos, diz polícia

O total de mortos no acidente com um ônibus da Viação Itapemirim no final da noite de ontem chegou a nove. O veículo seguia pela BR-116, saiu da pista na altura do quilômetro 790, no município de Além Paraíba, região da zona da mata mineira, e despencou em uma ribanceira de aproximadamente 80 metros. O veículo capotou e caiu no córrego do Angu, ficando submerso, apenas com as rodas fora da água. Outros 22 ocupantes do ônibus ficaram feridos. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) na cidade de Leopoldina informou que até o início da noite de hoje nove vítimas fatais haviam sido resgatadas, entre elas o motorista do ônibus, identificado apenas por Amarildo. Equipes de mergulhadores faziam buscas no córrego à procura de três passageiros que foram levados pela correnteza. Os 22 feridos foram socorridos e 21 deram entrada no hospital Casa de Caridade Leopoldinense, na cidade vizinha de Leopoldina. Conforme o hospital, vários feridos já haviam recebido alta e apenas o estado de saúde de uma mulher de 39 anos, internada no Centro de Tratamento Intensivo (CTI), inspirava mais cuidados. O veículo havia saído às 15h30 de ontem de Iúna, no Espírito Santo, e seguia para cidade de São Paulo. A empresa informou à PRF que foram emitidas passagens para 33 passageiros - entre adultos e crianças maiores de seis anos. Com o condutor, estavam no ônibus pelo menos 34 pessoas. Porém, o número de passageiros pode ser maior porque crianças menores de seis anos não pagam o bilhete e, segundo a PRF, a empresa não soube informar quantas estariam no veículo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.