Adolescente acusa professor de agressão em SP

Um adolescente de 16 anos acusou o professor de tê-lo agredido na noite da última sexta-feira, 7, na Escola Estadual Doutor Ayres Neto, em Santo Amaro, zona sul de São Paulo. No mesmo dia, ele compareceu ao 98º DP acompanhado de sua mãe para registrar um boletim de ocorrência.

MARCELA BOURROUL GONSALVES, Agência Estado

10 de outubro de 2011 | 18h02

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), ele estava na escola e foi cumprimentar o professor que, sem nenhum motivo aparente, começou a agredi-lo com socos. O aluno ficou com ferimentos na boca e foi levado até o pronto socorro municipal de Diadema, onde foi medicado e liberado. O caso foi registrado como lesão corporal. O adolescente foi encaminhado para realizar exame de corpo de delito.

A Secretaria de Estado da Educação classificou o episódio como inadmissível e determinou o afastamento imediato do professor de suas funções pedagógicas. Também foi instaurado um processo administrativo disciplinar para averiguação dos fatos. Segundo a Secretaria, se a acusação for confirmada, o docente poderá ser exonerado do cargo. O aluno será encaminhado para atendimento psicológico em uma unidade de saúde perto de sua casa.

Mais conteúdo sobre:
agressãoescolaaluno

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.