Aécio diz que maior de todas as prioridades deve ser unir Brasil

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, derrotado neste domingo, disse que a maior de todas as prioridades da presidente reeleita Dilma Rousseff (PT) deve ser unir o Brasil.

REUTERS

26 de outubro de 2014 | 21h23

Ele agradeceu a todos os brasileiros, em particular aos mais de 50 milhões que votaram nele no segundo turno. Aécio disse ainda ter cumprimentado Dilma pela vitória em uma ligação telefônica, desejando sorte à petista.

Com quase a totalidade dos votos apurados, Dilma tinha 54,3 milhões de votos e Aécio contabilizava 50,9 milhões de votos.

(Por Eduardo Simões)

Mais conteúdo sobre:
ELEICOES2014AECIO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.