´Água fria demais´ mata tubarões em aquário britânico

Três tubarões teriam morrido em Norfolk, na Grã-Bretanha, porque estavam em um aquário com águas frias demais. Os tubarões tiveram de viajar 112 quilômetros, de Great Yarmouth até o aquário recém-reformado do Centro Sea Life de Hunstanton, no mês passado.O centro confirmou que a temperatura da água estava dois graus centígrados abaixo do mínimo para tubarões, devido a um erro de um funcionário.Acredita-se que a temperatura tenha causado a morte dos peixes. Segundo o aquário, o caso é "quase sem precedentes na rede de Centros Sea Life", que afirma ter transportado cem tubarões nos últimos 20 anos.Um porta-voz do aquário disse: "Foram tomadas medidas para garantir que isso não aconteça de novo, inclusive com um programa de retreinamento e avaliação dos funcionários.""Todos os envolvidos com o aquário ficaram chocados com a tragédia dos três tubarões de Hunstanton." Os animais eram da espécie conhecida como tubarão-de-ponta, comum em águas tropicais e mares mais quentes. Essa é uma das espécies mais comuns nas águas rasas nas imediações de recifes de corais no Pacífico.A empresa Sea Life tem vários centros na Grã-Bretanha e Irlanda.

Agencia Estado,

04 de abril de 2007 | 10h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.