Bebê indígena pode ter mão amputada por erro médico

Uma criança indígena de oito meses pode ter a mão amputada devido a um erro durante aplicação de soro. A criança deu entrada no hospital público de Santa Rosa do Purus, um dos municípios mais isolados do Acre.

ITAAN ARRUDA, Agência Estado

08 de novembro de 2013 | 16h58

O quadro de saúde piorou e a mão da criança começou a necrosar. O bebê teve que ser transferido para o Hospital da Criança, em Rio Branco, onde está há quase 40 dias.

Os pais Bristo Lopes Nonato Kaxinawá e Maria Pinheiro Kaxinawá não falam bem o português. "A prioridade agora é cuidar da criança", afirmou o assessor de imprensa da Secretaria de Estado de Saúde de Acre (Sesacre), Diego Tenutti. "Estamos fazendo tudo o que for possível e necessário para cuidar dela agora".

A gerente da Divisão de Saúde das Populações Prioritárias, Zilmar Cândido, não foi encontrada pela assessoria da Sesacre para se pronunciar sobre o caso. Quase 40 dias após o incidente, a Secretaria de Saúde ainda não instaurou um inquérito administrativo para apurar responsabilidades.

Tudo o que sabemos sobre:
Bebê indígenaerro médico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.