Caminhoneiros discutem paralisação nacional

A Associação Brasileira dos Caminhoneiros (ABCAM) realiza, nesta manhã, no terminal de cargas Fernão Dias, na divisa entre a capital paulista e a cidade de Guarulhos, uma assembléia na qual será discutida uma possível paralisação nacional da categoria a partir do dia 05 de junho.A categoria reivindica o repasse do reajuste do óleo diesel para os fretes; a não aprovação de Projeto de Lei em tramitação no Congresso Nacional, que prevê o pagamento do vale-pedágio em dinheiro; o fim da restrição do tráfego de caminhões na cidade de São Paulo; o retorno da fiscalização do vale-pedágio e do excesso de peso por parte da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e a elaboração de um plano de segurança para o trânsito nas estradas.Na nota divulgada pela ABCAM, que lidera esse movimento de entidades ligadas a caminhoneiros autônomos, é afirmado que "caso a paralisação ocorra, caminhoneiros de todo o país paralisarão suas atividades, o que pode provocar um desabastecimento".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.