Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Carnaval 2011: Teatro Amazonas ganha voz na Vila Maria

Sob a batuta do carnavalesco Fábio Borges, a Unidos de Vila Maria abre os portões da passarela do samba este ano em gênero de ópera. Num desfile que promete abusar das plumas, e definido pela escola como um "luxo puro", a tradicional agremiação buscará o título do carnaval de 2011 de São Paulo com o enredo "Teatro Amazonas - Manaus em Cena", uma homenagem à casa de espetáculos que fez história durante o Ciclo da Borracha no Brasil, em meados dos anos 1900.

GUSTAVO URIBE, Agência Estado

28 de fevereiro de 2011 | 10h02

Nos palcos do teatro em Manaus passaram as principais companhias estrangeiras da época, que trouxeram na bagagem clássicos internacionais da ópera. As obras dos compositores italianos Giuseppe Verdi e Giacomo Puccini, por exemplo, serão algumas das que "cairão no samba" durante o desfile da escola no Anhembi. "O desfile será marcado por fantasias de época e alegorias com muitos detalhes", contou Borges.

A iniciativa de repassar no sambódromo a história de um dos principais teatros do País nasceu de viagem do carnavalesco a Manaus, em 2009. "A arquitetura do teatro é impressionante, então resolvi trazê-lo para a avenida." O artista projetou e construiu uma réplica de 14 metros de altura e 7,5 metros de largura, que vai abrir o desfile da escola. A alegoria fará a escolta da comissão de frente, que este ano representará todas as modalidades de arte que subiram aos palcos do Teatro Amazonas, desde o gênero de revista até a opereta tradicional. O carnavalesco aponta como destaque do desfile o terceiro carro, sobre o qual antecipa alguns detalhes. "Ele vai se transformar na avenida, passar do cenário da ópera Aida (de Verdi) para o da ópera Turandot (de Puccini). "

A homenagem ao teatro deve contar ainda com a participação de artistas que brilharam nos palcos da casa de espetáculos, como a bailarina Ana Botafogo e as atrizes Laura Cardoso e Bibi Ferreira. "São as estrelas que contribuíram com a história do teatro." Pelo terceiro ano consecutivo, a dançarina Sheila Carvalho estará à frente da bateria, este ano como madrinha. O desfile da Unidos de Vila Maria será composto por 27 alas, formadas por cinco carros alegóricos e cerca de 3.200 componentes. A escola entra na avenida na segunda noite de desfiles em São Paulo, na virada do sábado (dia 5) para o domingo.

Confira o samba-enredo da Unidos de Vila Maria:

"Teatro Amazonas - Manaus em Cena"

Autores: Alemão do Pandeiro, Cloude Centenaro, Ricardo Gutierrez, Marcelo Lima, Anderson Souza, Kevyn Rodrigues e Wally Santos

Vai brilhar no palco do samba

Meu pavilhão

A Vila Maria entra em cena

Teatro Amazonas, cenários da inspiração

Abrem-se as cortinas

O show vai começar

Terra abençoada

Da seringueira veio a força do lugar

Manaus, da nobreza e a prosperidade

De um sonho fez realidade

A nossa "Paris Tropical"

Ganhou um novo templo, da cultura mundial

Arquitetura europeia em meio a natureza

Um céu onde reluzem as estrelas

Gira bailarina

A ópera vai te emocionar

A orquestra na regência do maestro

Faz a plateia delirar

Tenores dando vida às canções

Poetas, encantando multidões

Apesar da ventania, a luz não se apagou

Real ou ilusão?

Obras da imaginação

Ressurgiu com lindos festivais

Artistas geniais

Ao mundo baila um filho desse chão

A próxima atração aguarde para ver

Manaus em cartaz, de braços abertos

Pra você

Vai brilhar no palco do samba

Meu pavilhão

A Vila Maria entra em cena

Teatro Amazonas, cenários da inspiração

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.