Conferência sobre Síria termina com apelo de chefe da ONU a ambos os lados

Uma conferência internacional sobre a Síria terminou nesta quarta-feira com um apelo do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, às delegações de ambos os lados do conflito sírio para que trabalhem sinceramente em busca de uma solução para o conflito de quase três anos.

Reuters

22 de janeiro de 2014 | 15h22

Ban, em discurso no final da reunião realizada na cidade suíça de Montreux, pediu aos participantes que apoiem o comunicado de Genebra de junho de 2012, que prevê a instalação de um governo de transição com total poder executivo.

"Espero que as negociações reais comecem com toda a sinceridade e com velocidade máxima para adotar estas metas. Que ambas as delegações sírias sejam guiadas pela sabedoria, um profundo senso de urgência, um espírito de compromisso e uma determinação de preservar seu país e seu tecido social único, para encerrar o sofrimento de seu próprio povo."

(Reportagem de John Irish e Stephanie Nebehay)

Mais conteúdo sobre:
SIRIACONFERENCIAFIM*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.