Correção: Abril tem 20 obras aprovadas para o PNLD 2015

A nota enviada anteriormente contém uma imprecisão, pois relaciona apenas os dados relativos às editoras da Abril Educação. Segue matéria com título corrigido.

MARCELLE GUTIERREZ, Agência Estado

17 de junho de 2014 | 12h01

A Abril Educação informou que a Secretaria de Educação Básica divulgou a lista de obras aprovadas no Programa Nacional do Livro Didático para 2015 (PNLD 2015).

De acordo com comunicado da empresa enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), das 26 obras inscritas pelas Editoras Ática e Scipione nas categorias básicas, estrangeira e complementares (filosofia, sociologia e arte), 20 obras foram aprovadas, o que representou 77% de aprovação das coleções submetidas ante 55% obtidos no programa referência (PNLD 2012).

Das 17 obras inscritas de disciplinas básicas (química, biologia, matemática, português, história, geografia e física) foram aprovadas 15, uma aprovação de 88%. No PNLD 2012 foram inscritas 31 obras e aprovadas 20, com 65% de aprovação.

Na disciplina de língua estrangeira (inglês e espanhol), foram inscritas quatro obras, sendo duas de inglês e duas de espanhol, com a aprovação de uma obra de inglês e a reprovação das obras de língua espanhola. Esse resultado representa um índice de aprovação de 25%. No PNLD 2012, a aprovação foi de 33%, das seis obras inscritas.

Nas disciplinas complementares (filosofia, sociologia e arte), dos cinco títulos inscritos, quatro foram aprovados, com exceção do livro de arte, um índice de aprovação de 80% em relação aos 20% obtidos no programa referência.

"Cabe ressaltar que, neste programa, as editoras obtiveram o maior número de disciplinas aprovadas entre todas as participantes do programa, com 10 das 12 disciplinas do Ensino Médio", ressaltou a Abril Educação, em comunicado.

As obras inscritas e aprovadas ainda serão submetidas à escolha dos professores da rede pública.

Mais conteúdo sobre:
educaçãoAbrilPNLD2015

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.