Estudantes protestam contra Anhanguera

Cerca de 80 estudantes realizaram um protesto na noite de ontem em frente à Uniban da Rua Maria Cândida, na Vila Guilherme, zona norte de São Paulo.

JULIANA DEODORO, ESPECIAL PARA O ESTADÃO.EDU, O Estado de S.Paulo

24 Abril 2012 | 03h03

Eles cobraram "respeito" do grupo educacional Anhanguera, que comprou a Uniban em 2011 por R$ 510 milhões e implementou um modelo pedagógico que prevê a realização de 20% do curso por meio de atividades online.

Os alunos pedem melhorias na infraestrutura física e na grade curricular. "A Anhanguera cresceu de tal forma que não conseguiu manter a qualidade", diz Agnaldo Barbosa, de 53 anos, do 5.º período de Biomedicina. Os alunos sentaram no asfalto para interromper o trânsito.

A Anhanguera afirmou, em nota, que todas as instituições do grupo atendem às exigências do MEC e, às sextas-feiras, os alunos são orientados a fazer atividades complementares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.