Expansão de universidades terá R$ 2 bilhões até 2011

As universidades que pretendam participar do Reuni em 2008 devem encaminhar propostas até 15/10

15 de agosto de 2007 | 18h40

O Ministério da Educação definiu as diretrizes do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni). Os investimentos previstos somam R$ 2 bilhões para o período 2008-2011, informa nota divulgada pelo MEC.   Entre as diretrizes estabelecidas estão a flexibilidade curricular nos cursos de graduação, para facilitar a mobilidade estudantil; a oferta de apoio pedagógico; e a disponibilidade de mecanismos de inclusão social.   O objetivo do programa é consolidar uma política nacional de expansão da educação superior pública que alcance, até o fim desta década, pelo menos 30% dos jovens com idade entre 18 e 24 anos. A meta é elevar, gradualmente, a taxa de conclusão média dos cursos presenciais para 90% e levar a 18 o número de alunos por professor.   A relação de 18 estudantes por professor foi fixada com base na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), no que se refere à carga horária dos professores, numa estimativa de salas de aula com 45 alunos de graduação e carga horária dos estudantes em torno de 20 horas semanais.   As universidades que pretendam participar do Reuni no próximo ano devem encaminhar propostas à Secretaria de Educação Superior (SESu/MEC) até 15 de outubro. As propostas aprovadas serão divulgadas em 23 de novembro.

Tudo o que sabemos sobre:
mecuniversidades feredaraisreuni

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.