Favorito à sucessão russa diz que Putin deveria ser premiê

Dmitry Medvedev recebeu apoio do governo para ser candidato à Presidência.

BBC Brasil, BBC

11 de dezembro de 2007 | 14h30

O vice-primeiro-ministro da Rússia, Dmitry Medvedev, afirmou nesta terça-feira que o presidente russo Vladimir Putin deveria se tornar primeiro-ministro do país.Na segunda-feira, o líder russo expressou apoio a Medvedev como candidato à sucessão presidencial. Putin deve deixar o cargo em março do ano que vem."Eu faço um apelo a Putin para que concorde em chefiar o governo russo depois da eleição do novo presidente do nosso país", disse Medvedev a uma emissora de televisão russa."Uma coisa é eleger um presidente, mas não é menos importante que manter a eficiência da equipe", acrescentou.Medvedev, de 42 anos, é um advogado que foi chefe de gabinete de Putin e diretor da gigante do gás Gazprom.Ele defende que os benefícios do crescimente econômico russo cheguem a todos os setores da sociedade do país."Temos que converter todo o sucesso alcançado nos últimos oito anos em programas reais", afirmou.Medvedev disse que, se for presidente, vai dar grande atenção a questões sociais. O vice-primeiro-ministro é visto como um forte candidato, graças à popularidade do próprio Putin.Pela Constituição, o presidente tem que deixar o cargo após dois mandatos consecutivos, mas espera-se que Putin consiga manter sua forte influência política.O próprio Putin disse que espera continuar exercendo um papel significativo na liderança nacional após deixar a Presidência.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.