Funcionário do Extra é morto em assalto em Taubaté

Um fiscal de caixa foi morto na noite de sábado (13) durante um assalto ao hipermercado Extra em Taubaté, no interior de São Paulo. A suspeita é de que um ex-funcionário tenha participado da ação. Os bandidos fugiram levando cerca de R$ 8 mil.

GERSON MONTEIRO, ESPECIAL PARA A AE, Agência Estado

14 de julho de 2013 | 18h17

O jovem Murylo Mendes Guedes, 21 anos, teria sido refém dos criminosos, que queriam chegar à tesouraria. Diante da negativa do funcionário, que teria dito não ter acesso ao local, um dos criminosos atingiu sua cabeça.

Dos quatro homens que participaram do crime, um está preso. Segundo a polícia, a quadrilha é composta por um ex-funcionário do Extra, que teria sido reconhecido pelo fiscal de caixa e motivado o disparo.

O hipermercado fica a poucos metros do 1º Distrito Policial de Taubaté.

Furto

Também em Taubaté, um homem foi preso na noite de ontem após furtar dois pares de chinelo do hipermercado Shibata. Detido em flagrante, o rapaz de 26 anos foi liberado após pagar fiança de R$ 700.

Mais conteúdo sobre:
ViolênciaassaltoTaubaté

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.