Funcionários de 8 hospitais do Rio entram em greve

Funcionários dos oito hospitais federais que funcionam na cidade do Rio entraram em greve nesta segunda-feira, 3. Eles não aceitam a implantação do ponto eletrônico e a jornada de 40 horas semanais de trabalho. Outro alvo do protesto é a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, que desde 2011 administra de forma terceirizada as unidades de saúde vinculadas às universidades federais.

FÁBIO GRELLET, Agência Estado

03 de fevereiro de 2014 | 21h25

As unidades em greve são Hospital da Lagoa, Hospital de Ipanema, Hospital do Andaraí, Hospital dos Servidores, Hospital Cardoso Fontes, Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia, Instituto Nacional de Cardiologia e Hospital Geral de Bonsucesso. Os pacientes já internados nessas instituições estão sendo medicados normalmente, mas consultas e cirurgias eletivas estão suspensas. No setor de emergência, apenas os casos mais graves são atendidos. O Ministério da Saúde informou que vai exigir que os serviços essenciais à população sejam mantidos.

Tudo o que sabemos sobre:
HospitaisRiogreve

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.