Garoto de 12 anos é baleado durante protesto em MG

Está em estado gravíssimo um garoto de 12 anos baleado durante um protesto que aconteceu na noite desta segunda-feira, 1, em Santa Luzia, na Grande Belo Horizonte. O suspeito de ter baleado o garoto é um policial militar reformado. A Polícia Militar (PM) afirmou que a tentativa de homicídio aconteceu quando moradores faziam uma manifestação por melhorias no serviço de coleta de lixo na região do bairro Cristina.

ALINE RESKALLA, Agência Estado

02 de julho de 2013 | 17h46

Testemunhas relataram que o policial reformado Vanderley Gomes, de 72 anos, incomodado com o ato, saiu de casa armado e atirou no garoto quando ele pegava um saco de lixo de sua casa para queimar no protesto. O menino teria xingado o acusado, quando foi repreendido. Parentes da vítima, porém, disseram à PM que ele não participava da manifestação. Gomes foi levado para a delegacia e ficará preso à disposição da polícia. Ele e a criança eram vizinhos. O garoto permanece internado no Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, na capital de Minas Gerais, respirando com ajuda de aparelhos. A arma de Gomes, que não resistiu à prisão, foi apreendida faltando uma das seis balas.

Mais conteúdo sobre:
ProtestosMG

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.