Greve atinge 55 agências do INSS no Estado de SP

Ao menos 55 agências do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) do Estado de São Paulo estão com as atividades suspensas por tempo indeterminado, de acordo com balanço de hoje do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde e Previdência no Estado. Segundo a entidade, 28 agências aderiram à greve na capital paulista e na Grande São Paulo e outras 27 iniciaram a paralisação no interior. As duas principais reivindicações da categoria são a manutenção da jornada de trabalho de 30 horas, sem redução salarial, e a incorporação da gratificação aos salários.

FABIANA MARCHEZI, Agencia Estado

17 de junho de 2009 | 14h28

Em todo o País, a greve atinge agências em 16 Estados e no Distrito Federal, segundo levantamento da Federação Nacional de Sindicatos de Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps). Os servidores continuam de braços cruzados mesmo depois que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) concedeu liminar ao INSS determinando a suspensão do movimento.

Mais conteúdo sobre:
INSSgreveSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.