Gripe suína: ministério envia 15 mil tratamentos ao RS

O Ministério da Saúde enviou ontem 15 mil tratamentos para a Influenza A (H1N1), a chamada gripe suína, à Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul. De acordo com a pasta, o Rio Grande do Sul é o primeiro Estado a receber tratamentos do lote de 50 mil que chegou ontem nos depósitos do governo federal. Os medicamentos serão encaminhados aos 11 hospitais de referência gaúchos para o atendimento de pacientes com a doença. Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais receberão outros 15 mil tratamentos em até 48 horas. De acordo com o ministério, ao todo, um milhão de tratamentos será encaminhado aos 68 hospitais referência do País até o fim de setembro.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

23 Julho 2009 | 10h22

A pasta já entrou em contato com as secretarias de Saúde de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais que, depois da Região Sul, somam maior número de casos - São Paulo, porém, possui o maior número de mortes (12), seguido por Rio Grande do Sul (11), Rio de Janeiro (5) e Paraná (1). Cada um vai receber 5 mil tratamentos em até 48h. "Os tratamentos são encaminhados conforme a necessidade apresentada por cada Estado", explica o diretor de Vigilância Epidemiológica do Ministério da Saúde, Eduardo Hage. O ministério informou que também enviará, hoje, insumos para a Bahia. A distribuição responde às solicitações dos Estados.

Além dos tratamentos que chegaram ontem ao Brasil, uma segunda remessa de 50 mil chegará até o dia 15 de agosto e outros 750 mil até o dia 30 de setembro. O Laboratório de Farmanguinhos, da Fundação Oswaldo Cruz (Friocruz), está produzindo 150 mil tratamentos, que estarão disponíveis para uso a partir do fim do mês.

Mais conteúdo sobre:
gripe suína RS tratamentos

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.