Israel e palestinos progridem para acordo, diz secretário de Estado dos EUA

Autoridade americana ainda irá negociar com a Jordânia e a Arábia Saudita para conquistar apoio árabe

Reuters,

04 de janeiro de 2014 | 14h01

Israel e Palestina estão fazendo progressos para alcançar um acordo de paz, mas ainda não chegaram lá, afirmou o secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, neste sábado, 4.

Kerry falou com repórteres após cerca de três horas de conversas com o presidente palestino, Mahmoud Abbas, em Ramallah, a sede do governo palestino na Cisjordânia.

"Estou confiante que as conversas que tivemos nos últimos dois dias já ganharam mais substância e mesmo resolveram certos tipos de questões e apresentaram novas oportunidades para outras", disse ele.

Kerry está em sua décima viagem à região desde o ano passado, procurando assegurar um acordo de paz. Ele irá se encontrar com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, ainda neste sábado em Jerusalém.

Negociações de paz entre israelenses e palestinos intermediadas pelos Estados Unidos foram retomadas em julho passado depois de um impasse de três anos, com Kerry liderando os esforços de mediação para mantê-las, apesar de nenhuma das partes expressar muita esperança para um bom resultado.

Kerry disse que iria voar para a Jordânia e Arábia Saudita no domingo para se reunir com os reis de cada nação árabe para discutir as negociações de paz entre israelenses e palestinos, com a meta de alcançar um acordo final no prazo de nove meses.

O apoio árabe é considerado essencial para que os palestinos possam assumir compromissos necessários para um acordo de paz com Israel.

(Por Arshad Mohammed)

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelPalestinaacordo de paz

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.