Lula diz a Hu Jintao que Irã deve mostrar flexibilidade

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quinta-feira ao seu colega chinês, Hu Jintao, que é importante que o governo do Irã mostre flexibilidade na questão nuclear neste momento, afirmou o chanceler Celso Amorim.

REUTERS

15 de abril de 2010 | 17h35

Lula, segundo Amorim, reiterou ainda ao presidente chinês que sanções contra o Irã por seu programa nuclear "não só são ineficazes, mas em alguns casos podem ser contraproducentes".

Segundo Amorim, Lula disse que é importante que o "governo do Irã revele flexibilidade neste tema, porque nós desejamos que o Irã tenha direito a seu programa nuclear para fins pacíficos".

O chanceler destacou ainda que é importante que a "comunidade internacional se sinta confortável que esse programa nuclear não está sendo utilizado para fins militares".

Potências ocidentais, lideradas pelos EUA, têm pressionado para que seja aprovada uma nova resolução da ONU com sanções ao Irã por seu programa nuclear, que a República Islâmica alega ter fins pacíficos

O presidente chinês está no Brasil para participar de reunião de países que formam o Bric (Brasil, Rússia, Índia e China).

(Por Natuza Nery)

Tudo o que sabemos sobre:
BRICLULACHINAIRA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.