Mais Médicos já acumula sete deserções de cubanos

Subiu para sete o número de cubanos que abandonaram o programa Mais Médicos. Desta vez, no entanto, a deserção foi de um casal. Os profissionais Dorayda Igarza Ayla e Walter Jesus Cotarelo Carbonell haviam sido estacados para trabalhar na cidade de Medicilândia, no Pará. Na sexta-feira, 7, o Ministério da Saúde foi informado que ambos estavam há pelo menos 48 horas sem aparecer no trabalho, sem dar justificativas. Eles são casados e informaram não ter interesse em continuar no programa, do qual serão desligados. A decisão deverá ser publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 13.

LÍGIA FORMENTI, Agência Estado

12 Março 2014 | 19h48

Mais conteúdo sobre:
Mais Médicoscubanos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.