Marginal do Tietê será 'completamente refeita', diz Serra

A parte essencial da obra, com custo de aproximadamente R$ 700 milhões, deve ser concluída em um ano

Carolina Ruhman, Agência Estado

04 Dezembro 2008 | 17h37

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), anunciou nesta quinta-feira, 4, que a Marginal do Tietê será "completamente refeita". Segundo ele, o governo do Estado, em parceria com a Prefeitura, vai construir uma pista a mais de cada um dos lados da marginal e refazer todos os acessos a partir do ano que vem. "Isso vai modernizar totalmente a marginal", declarou Serra, durante o anúncio da extensão da Linha 6-Laranja do Metrô, no Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso.   Veja também: Obras que vão quase duplicar Marginal do Tietê  Motoristas têm até janeiro para regularizar faróis de xenônio Como o trânsito parou SP e números da frota  Dossiê Estado: os números do trânsito em SP   O governador avaliou que o "essencial" da obra deve ser concluído em um ano. Segundo ele, esta reforma já está incluída nas concessões das rodovias Ayrton Senna e Anhangüera, cujas concessionárias serão responsáveis pelas obras na ligação dessas estradas com a marginal. Os demais trechos, de acordo com Serra, serão de responsabilidade direta do governo do Estado. As obras, com extensão de cerca de 15 quilômetros, devem custar cerca de R$ 700 milhões, de acordo com estimativas do governador. "Isso vai melhorar muito a circulação na marginal", declarou.

Mais conteúdo sobre:
trânsito em SP Marginal do Tietê

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.