Meirelles: cortes de gastos são válidos para conter inflação

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, afirmou nesta quinta-feira que cortes de gastos são uma medida válida para combater a inflação e avaliou, em meio à turbulência vinda da Europa, que o Brasil já mostrou que tem capacidade de enfrentar crises.

REUTERS

13 de maio de 2010 | 11h07

"Acredito que é uma medida válida (cortar gastos)... qualquer ajuda é bem-vinda nesse processo (de contenção da inflação)... A cada reunião do Copom olhamos todos os fatores da economia para tomarmos decisões", disse Meirelles, durante evento no Rio de Janeiro.

Ele afirmou ainda que a autoridade monetária acompanha de perto os desenvolvimentos da crise europeia e seus efeitos.

"Como dissemos na ata, estaremos monitorando a crise na Europa com cuidado, estamos monitorando de perto os efeitos na Europa... É prematuro ainda avaliar. A Europa está no início do processo da crise e no início do processo de combate à crise."

"O Brasil está preparado para enfrentar uma crise de menor intensidade ou daquela magnitude (da crise de 2008)... O sistema brasileiro com câmbio flutuante e reservas elevadas permite serenidade no enfrentamento de crises, de aumento de aversão internacional ao risco."

(Reportagem de Isabel Versiani e Rodrigo Viga Gaier)

Tudo o que sabemos sobre:
BACENMEIRELLES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.