Morre estudante que teria sido atirada do terraço

A Polícia Civil do Rio investiga a morte da estudante de Direito Nívea Araújo, de 24 anos, que supostamente foi atirada do terraço pelo ex-noivo Leonardo Carvalho Oliveira, de 25 anos, na quarta-feira, 1.

AE, Agência Estado

03 de janeiro de 2014 | 16h44

O caso ocorreu no bairro Rocha, em São Gonçalo, região metropolitana. Por causa da queda, Nívea teve traumatismo craniano e foi encaminhada para o Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, onde foi operada. Ela morreu no começo da tarde desta sexta-feira, 3.

O delegado titular da 73ª Delegacia de Polícia (Neves), Jorge Luiz da Silva Veloso, pediu a prisão temporária de Oliveira por 30 dias. O ex-noivo está sendo procurado. Ele tem duas passagens pela polícia por agressão a uma ex-namorada.

Mais conteúdo sobre:
violênciamulherRioestudante

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.