Motorista alcoolizado mata um e fere quatro no Rio

Cinco jovens foram atropelados por um motorista alcoolizado na madrugada de hoje na Rua Aristides Caire, no Méier, zona norte do Rio. A balconista Juliana Batista Moreira, de 20 anos, morreu na hora e outros quatro jovens ficaram feridos, sendo que Vinícius Otávio Pecore Constantino, de 19, está internado em estado grave com traumatismo craniano em uma clínica particular. Vinícius Gomes Ferreira, de 18, se recupera no Hospital Salgado Filho de uma cirurgia após sofrer fratura exposta no braço esquerdo. Os demais feridos com fraturas leves foram liberados nesta tarde.A cena do acidente foi assistida por outros oito jovens que caminhavam alguns metros atrás dos amigos, entre eles a irmã de Juliana. Motorista de uma firma prestadora de serviços para a Petrobras, Luiz Fernando Machado da Silva Júnior, de 27 anos, foi indiciado por homicídio doloso consumado (com a intenção de matar) e homicídio doloso tentado. A pena pode chegar a 12 anos de prisão."Ele não parou para prestar socorro. Dirigia bêbado em alta velocidade e em ziguezague quando perdeu o controle do carro e colheu o grupo de jovens", disse a delegada-adjunta da 25ª Delegacia de Polícia do Engenho Novo, Soraia Vaz de Santana. "Alguns metros à frente, ele bateu com o Toyota Corolla da empresa contra um poste. O motorista chegou totalmente alcoolizado a delegacia, sem discernimento. Não foi possível saber sequer de onde ele vinha antes do acidente."O exame prévio realizado no Instituto Médico Legal (IML) deu positivo para embriaguez. Segundo ela, apenas por volta do meio-dia o motorista começou a tomar conhecimento do que tinha acontecido. Ele disse estar arrependido, mas acusou os jovens de caminharem no meio da rua. A versão foi desmentida pela irmã da vítima."Voltávamos de uma festa. Eram dois grupos, um deles caminhava mais adiante, alguns na calçada e outros próximos ao meio-fio. Veio um carro desgovernado, muito rápido e bateu em todo mundo", contou a vendedora Mariana Batista Moreira, de 19 anos. O acusado foi transferido para a carceragem da Polinter (Divisão de Capturas).

PEDRO DANTAS, Agencia Estado

19 de novembro de 2007 | 19h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.